HOME    CONTATO    ACESSO RESTRITO

ARTIGOS

14/04/2014 - Fascite Plantar

Quanto ocorre a lesão próximo ao osso, este pode tentar se curar produzindo osso novo. Isto resulta no desenvolvimento de um esporão de calcâneo. Sem a espora a condição é chamada de fascite plantar, apenas a lesão muscular. O esporão é uma formação óssea reativa em forma de esporão (espícula óssea), localizada na face plantar do calcâneo (osso do pé). Pessoas com esta patologia têm dor na região plantar sob o calcâneo.

Alguns artigos dizem que o esporão é consequente da fascite plantar. O esporão do calcâneo, mas é importante salientar que a dor esporão não ocorre na fáscia plantar e sim nas leões causadas pela espicula óssea que se formou no osso do calcâneo, passando a agredir o músculo flexor curto dos dedos, o qual é adjacente a fáscia. Apenas 50% das pessoas com fasciíte têm esporão e 10 % das pessoas sem dor no calcâneo também tem esporão.

Fatores de risco
- Corridas de longa distância.
- Calçados inadequados à curva do pé ou frouxos.
- Obesidade.
- Permanência por longos períodos em pé.
- Danças, incluindo especialidades como o ballet e danças aeróbicas.

Tratamentos
Alongamentos de panturrilha normalmente têm uma participação na fáscia plantar.

Repouso
- Bandagem com uso de fitas esportivas (7).
- Gelo (crioterapia) é recomendado às lesões agudas, recentes.
- As plamilhas ortopédicas ou órtese melhoram substancialmente a dor.
- Anti-inflamatórios somente servem em caso de início de inflamação.

Fisioterapia

O ultrasson auxilia com vibrações moleculares de tecidos ricos em água, quando as moléculas de água são colocadas num campo eletrostáticos, elas sofrem variações constantes na sua localização e esta vibração irá gerar calor.

Terapia por Ondas de Choque Extracorpórea ou E.S.W.T. (Extracorporeal Shock Waves Therapy).

Obs.: é importante o médico avaliar os fatores de inclusão e exclusão na terapia de ondas de choque.

Fascite Plantar
EPF - Endoscopic plantar fasciontomy - fasciotomia plantar endoscópica.

Esporão de Calcâneo
A remoção do osso em crescimento nem sempre é bem sucedida, em alguns casos são constatados casos de fraturas. A remoção do anexo ósseo da fáscia plantar diminui o arco do pé e apresenta melhorias aos sintomas.

Referências:

Fisioterapia em traumatologia. Rodrigo Baptista de Sant’anna, especilista em ortopedia traumatológica. Disponível em: . Revisado em Janeiro/2009. Acesso em 28/01/2009.

Explanação geriátrica da relação entre a fascite plantar e o esporão calcâneo. Disponível em: . Revisado em Janeiro de 2009. Acesso em 28/01/2009.

TCC da Universidade da Amazônia, curso de fisioterapia, referência à página 9. Disponível em: . Revisado em Janeiro de 2009. Acesso em 28/01/2009.

Patient information: Heel pain due to plantar fasciitis. Disponível em: . Revisado em Janeiro/2009. Acesso em 28/01/2009.

TCC da Universidade da Amazônia, curso de fisioterapia, referência à página 29. Disponível em: . Revisado em Janeiro de 2009. Acesso em 28/01/2009.


HOME | CLINICA PASSO | ÁREAS DE ATUAÇÃO | ARTIGOS | CONVÊNIOS | FOTOS/VÍDEOS | TIRE SUAS DÚVIDAS | CONTATO | ACESSO RESTRITO
Clínica Passo
contato@clinicapasso.com.br
FONE: (34) 34 - 3311 0201
Avenida Santos Dumont, 2235 - 1º andar -Centro - Uberaba | MG Cep: 38050-400

Projetado e desenvolvido por Andréa Vieira